aparelho dentário interno

Dicas sobre aparelho dentário interno

O aparelho dentário interno, também chamado de lingual, tem a estrutura semelhante ao aparelho fixo metálico, mas a posição é diferenciada: esse aparelho é colocado atrás dos dentes, em contato com a língua e não com os lábios. Com essa característica, ele torna-se a opção mais sutil entre todos os tipos de tratamentos ortodônticos existentes atualmente.

Por outro lado, o aparelho dentário interno só pode ser utilizado em casos fáceis e de curta duração. Além disso, ele pode custar até quatro vezes mais do que o aparelho fixo metálico. Dessa forma, o tratamento é capaz de oferecer um enorme benefício estético, mas também possui alguns prejuízos. Por isso, cabem ao dentista e ao paciente avaliarem a possibilidade de uso desse tipo de aparelho.

Vantagens do aparelho dentário interno

Para quem está buscando opções diferenciadas de tratamentos ortodônticos, é necessário avaliar todos os tipos existentes, levando em conta os seus prós e contras. Em relação às vantagens do aparelho dentário interno, destacam-se:

  • Possibilita que seja feito um clareamento dental ainda que o aparelho dentário interno esteja presente;
  • O paciente não precisa remover os bráquetes caso vá para eventos como casamento e formatura;
  • Não projeta os lábios para frente, já que os bráquetes estão em contato com a língua e não com os lábios;
  • Evita machucados nos lábios, que poderiam ser causados pelo choque dos bráquetes com a boca no aparelho fixo;
  • Não compromete a aparência do sorriso durante o tratamento;
  • Não interfere na confiança e autoestima do paciente;
  • Possibilita que seja mais fácil ver a evolução do alinhamento dos dentes durante o tratamento.

Como se adaptar ao aparelho dentário interno

Assim como os outros tipos de aparelhos, o paciente precisa de um tempo de adaptação com o aparelho dentário interno, pois é um corpo estranho dentro da boca. Por isso, é importante ressaltar alguns detalhes em relação a ele. Nas primeiras semanas, o paciente pode notar a presença de algumas lesões na língua por causa do aparelho, pois ele fica em atrito com essa região. Por outro lado, os machucados saem rapidamente, mas recomenda-se aderir a uma alimentação saudável, líquida e pastosa nos primeiros dias para facilitar a adaptação.

Outro parte importante é a higienização bucal diária, pois ela pode ser complicada no início, já que o paciente não está acostumado com o aparelho. Nessa situação, a escova interdental pode ajudar bastante, eliminando resíduos entre os dentes e os bráquetes. Além disso, a escova de dente comum, o fio dental e o antisséptico bucal devem continuar sendo utilizados diariamente.

Em relação à fala, é comum que haja uma distorção pelo menos no início. Para contornar esse problema, é necessário falar devagar até conseguir se adaptar totalmente ao aparelho, porque a língua necessita de contato com a parte posterior do dente para produzir os sons. De qualquer forma, todos esses aspectos são facilmente contornáveis depois de um tempo de uso do aparelho dentário interno então ele não apresenta muitas dificuldades para que ocorra a adaptação correta do paciente.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Odonto atende aparelho dentário interno:


0800 730 7373

atendimento@idealodonto.com.br

Ouvidoria

4003 3428

ouvidoria@idealodonto.com.br