cirurgia ortognática

Saiba mais sobre a cirurgia ortognática

Conhecida também como cirurgia bucomaxilo, a cirurgia ortognática ganha mais adeptos a cada ano que passa devido ao resultado bastante satisfatório que oferece aos pacientes. O objetivo desse procedimento é estabelecer o equilíbrio facial ao corrigir as disfunções ósseas dos maxilares, queixo, nariz ou maçã do rosto.

A cirurgia ortognática costuma durar em torno de 2h a 5h, sendo realizada com o paciente anestesiado. No geral, o paciente recebe alta logo no dia seguinte, mas precisa realizar os cuidados pós-operatórios necessários. Além do notável benefício estético, o paciente também pode observar uma significativa melhora em funções essenciais para o organismo, como a mastigação, a respiração e a respiração.

Informações importantes sobre a cirurgia ortognática

Antes de fazer a cirurgia ortognática, é necessário que o paciente converse abertamente com o cirurgião a respeito de todos os aspectos pré e pós-operatórios. Nesse sentido, é comum acumular algumas dúvidas sobre diferentes aspectos relacionados ao procedimento, como:

  1. Defeitos solucionados: com a cirurgia ortognática, torna-se possível corrigir defeitos provenientes de nascença, mau crescimento do crânio, traumatismos, doenças ou deformidades relacionadas ao osso frontal (localizado no crânio) e o osso hióide (localizado na parte anterior do pescoço e abaixo da mandíbula);
  2. Cicatrizes: na grande maioria das vezes, a cirurgia é feita na cavidade interna da boca, então o paciente não fica com cicatrizes expostas no rosto;
  3. Dores: é comum sentir dores na garganta durante os primeiros dias, além de observar certa dificuldade para abrir a boca e mastigar os alimentos, por isso é importante aderir a uma alimentação pastosa gelada ou fria durante os primeiros dias;
  4. Contraindicação: pessoas com distúrbios sistêmicos que impedem a utilização da anestesia geral, distúrbios neurológicos ou dificuldades para realizar os cuidados pós-operatórios não podem fazer a cirurgia ortognática
  5. Retorno às atividades rotineiras: o tempo para voltar à rotina pode variar bastante de acordo com a recuperação do paciente, mas, geralmente, é comum retornar às atividades em, no máximo, três semanas.

Recuperação da cirurgia ortognática

Para que o paciente tenha o resultado que deseja, é essencial seguir as recomendações dadas pelo cirurgião. Geralmente, ele recomenda a ingestão de analgésicos e antibióticos para amenizar a dor e acelerar a recuperação. Além disso, em relação à alimentação, a comida deve ser pastosa fria ou gelada durante os dois primeiros dias e somente pastosa nos durante os 40 dias após a cirurgia.

Durante o tempo de repouso, o paciente não pode fazer esforço físico, ter contato com animais e precisa evitar a exposição ao sol. Em relação à higienização bucal, alguns dentistas recomendam que o paciente utilize uma solução composta nos primeiros dias, já que é difícil fazer a escovação adequadamente sem causar dor na região operada. Outros profissionais indicam que seja feita a higienização bucal normalmente, mas de forma cautelosa e sem a utilização do antisséptico bucal.

Depois da etapa de recuperação, o resultado pode causar bastante impacto tanto para o próprio paciente quanto para as pessoas que o conheciam antes, pois o equilíbrio facial se torna evidente depois de algumas semanas. Por isso, para quem sofre de disfunções ósseas na face, vale a pena marcar uma consulta com um cirurgião bucomaxilo.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Odonto atende cirurgia ortognática:


0800 730 7373

atendimento@idealodonto.com.br

Ouvidoria

4003 3428

ouvidoria@idealodonto.com.br