dente queiro doendo

Saiba como tratar o dente queiro doendo

Também conhecido como terceiro molar ou dente do juízo, o dente queiro doendo costuma nascer tardiamente, entre a fase da adolescência e a vida adulta. Quando ocorre a erupção, o dente pode começar a inflamar com frequência, por isso muitos pacientes buscam os consultórios odontológicos para saber como realizar a extração.

A realização da extração do dente queiro doendo no consultório odontológico é um procedimento muito comum, relativamente simples e fornece várias vantagens ao paciente. Para esse procedimento, recomenda-se entrar em contato com um cirurgião dentista ou cirurgião bucomaxilofacial, já que eles são os profissionais mais qualificados para fazer a retirada dos terceiros molares.

Como funciona o tratamento do dente queiro doendo

Geralmente, as pessoas têm dois sisos superiores e dois inferiores, mas nem sempre eles nascem. Nesse caso, quando o siso existe na arcada dentária, mas não ocorre a erupção, ele é chamado de siso incluso. Se o siso incluso começar a empurrar os dentes adjacentes, é importante realizar a remoção. Enquanto isso, algumas pessoas nem possuem os sisos existentes na arcada dentária. Já para quem não é tão sortudo assim, é indicado entender como funciona o processo de extração do dente queiro doendo:
  1. Inicialmente, o dentista aplica uma anestesia local onde será feita a cirurgia;
  2. Logo em seguida, é realizada uma incisão na gengiva para que o profissional consiga enxergar melhor o dente;
  3. Se o dente já tiver nascido, o profissional primeiro afasta o siso dos outros dentes e depois o remove com uma alavanca. Se o siso estiver incluso, o dentista precisa retirar o osso que cobre o dente e, posteriormente, remove o siso;
  4. Depois de remover o siso, o local é fechado com pontos cirúrgicos e, assim, o procedimento é finalizado.

Motivos para fazer a extração do dente queiro doendo

Algumas pessoas têm o siso, mas ele não interfere na arcada dentária, então não é preciso fazer a remoção. Por isso, quando o siso nasce, é muito importante realizar uma consulta com um dentista para saber se é necessário fazer a extração do dente. Na maioria dos casos, os motivos para fazer a retirada desse dente são diversos, como a pericoronarite. Também chamada de inflamação do siso, a pericoronarite é caracterizada pela cobertura total da gengiva no dente, podendo provocar dor na cabeça, na mandíbula, no dente e estimular o surgimento de pus (abscesso dentário) na região inflamada.

Além disso, o dente siso é capaz de provocar o desalinhamento da arcada dentária, pois ele pode empurrar ou fazer pressão nos dentes adjacentes, causando o desalinhamento e a necessidade de utilização do aparelho ortodôntico para consertá-la. O dente queiro doendo ainda pode alterar funções essenciais do organismo, como as mastigatórias, respiratórias e até mesmo da fala.

Por fim, caso o paciente não consiga fazer a higienização bucal correta diariamente no siso, o local se torna propício mais propício a acumular e proliferar bactérias, causando inflamação. Dessa forma, recomenda-se a extração do siso em casos como esses citados anteriormente.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Odonto atende dente queiro doendo:


0800 730 7373

atendimento@idealodonto.com.br

Ouvidoria

4003 3428

ouvidoria@idealodonto.com.br