gengiva infeccionada

Causas e tratamentos da gengiva infeccionada

Embora nem sempre seja lembrada na hora da higienização, a gengiva é uma das estruturas mais importantes da boca, visto que ela consiste no tecido da mucosa bucal que serve de sustentação para os dentes e recobre o maxilar.

Por isso que, a gengiva infeccionada é um claro sinal de alguma coisa na sua saúde bucal não anda bem. Normalmente, a tonalidade da gengiva varia entre o vermelho claro ao roxo, porém quando há algum problema neste tecido, como a gengiva infeccionada, ele tende a mudar de cor. Desta forma, importante prestar atenção em todos os aspectos de sua gengiva, como a textura, a cor e, principalmente, a presença de dor e sangue.

Fatores que causam gengiva infeccionada

A gengiva infeccionada pode estar relacionada aos mais diferentes motivos, uma vez que ela pode ser resultado simplesmente de maus hábitos bucais até uma doença mais grave, como a gengivite e a peridotite que requerem tratamento imediato.

Dessa forma, para que o problema seja identificado de maneira rápida, eficiente e correta, é importante que o paciente observe quando isso começou a ocorrer, se é uma situação que aparece regularmente ou se é apenas uma crise aguda e pontual. Tudo isso deverá ser informado em consultório, junto a um dentista especializado. As causas da gengiva infeccionada podem estar relacionadas a:

    • Gengivite e periodontite;
    • Placa bacterina;
    • Acúmulo de tártaro;
    • Consumo excessivo de álcool;
    • Escovação com força excessiva;
    • Próteses (aparelhos, dentaduras, implantes) mal adaptadas;
    • Falta de higienização bucal;
    • Tabagismo;
    • Hormônios (principalmente durante o período menstrual ou nos casos de gestantes e adolescentes);
    • Infecções.

    Infelizmente, a maioria dos casos de gengiva infeccionada ainda está relacionada a uma negligência dos pacientes, com a higienização e o cuidado bucal. Isso porque, nos casos nos quais a limpeza dos dentes e, consequentemente, da gengiva é realizada de maneira incorreta ou descuidada, a probabilidade de acumular restos alimentares na boca são muito grandes. Estes restos alimentares acabam se prendendo aos dentes e as gengivas, causando o acumulo de placa bacteriana e tártaro na boca, gerando a gengiva infeccionada. Quando eles não são tratados de forma correta, junto a um dentista de confiança, acabam resultando em problemas bem mais graves, como a gengivite e a peridotite, por exemplo.

    Como aliviar e tratar a gengiva infeccionada?

    No caso de gengiva infeccionada, a primeira coisa a ser feita é procurar por um ortodontista, ele poderá identificar a causa da gengiva infeccionada, iniciar o tratamento mais adequado e oferecer alternativas para cessar o inchaço, aliviando a sensação de desconforto. Tudo isso será feito com base nos sintomas apresentados pelo paciente, bem como análise do seu prontuário médico, feito a partir de exames clínicos e, se assim for necessário, exames laboratoriais. O tratamento pode incluir, entre outras coisas:

    • Profilaxia (também chamada limpeza profissional ou limpeza dentária);
    • Prescrição de anti-inflamatórios e antibióticos;
    • Demonstrações de como realizar a higiene bucal corretamente;
    • Raspagem na gengiva;
    • Realização de compressas com gelo na parte externa do rosto para aliviar o inchaço;
    • Bochecho com água e sal;
    • E em casos mais graves, intervenções cirúrgicas.

    Lembrando que esse tipo de incômodo pode ser facilmente prevenido com visitas regulares ao dentista, pelo menos duas vezes ano. E, é claro, uma rotina diária de higienização da boca, que inclui a escovação correta dos dentes, pelo menos três vezes ao dia e imediatamente após cada uma das refeições, uso constante do fio dental e, em alguns casos, uso de enxaguantes bucais.


    Publicações Relacionadas

    Regiões onde a Ideal Odonto atende gengiva infeccionada:


    0800 730 7373

    atendimento@idealodonto.com.br

    Ouvidoria

    4003 3428

    ouvidoria@idealodonto.com.br