tártaro preto

Como prevenir e remover o tártaro preto

O tártaro preto é uma matéria constituída por bactérias, que se desenvolvem na superfície dos dentes por meio dos restos de alimentos que ficam nos vãos dos mesmos. Com camadas de textura rugosa, gradativamente, essas bactérias vão decompondo o esmalte do dente, o que possibilita o aparecimento das manchas.

O tártaro preto ou esverdeado é conhecido como subgengival. Este tipo se estabelece abaixo da borda da gengiva, o que faz com que sua identificação seja difícil e, às vezes, até impossível, apesar de haver casos em que ele pode ser visto por conta dos tecidos gengivais transparentes ao seu redor. Outro ponto crítico deste tipo de tártaro preto é que ele endurece com mais intensidade, ou seja, se prende aos dentes mais firmemente, o que pode gerar mais complexidade para a sua remoção.

Além do subgengival, também existe o tártaro preto supragengival, que geralmente é amarelado. Este pode ser visto com mais facilidade, pois se fixa acima da borda da gengiva, ao alcance dos olhos.

Complicações do tártaro preto

As bactérias se desenvolvem com muita facilidade na boca, principalmente, quando não há uma higienização regular da mesma. Inclusive, este é um fator primordial para o surgimento de tártaro preto, pois propicia um ambiente ideal para o crescimento dessas bactérias. Isso faz com que inflamações e variados contratempos ocorram na boca, como:

  • Cáries - pequenas aberturas na camada externa dos dentes;
  • Halitose - mau hálito e gosto ruim;
  • Gengivite - infecções na gengiva;
  • Doença periodontal - doença expressivamente danosa à gengiva;
  • Perda de dentes.

Além dessas adversidades, também acontece de ocasionar problemas estéticos que, muitas vezes, proporcionam um aspecto pouco saudável e higiênico.

Como prevenir o tártaro preto

A higienização bucal previne, se não todas, a maioria dos problemas que surgem na boca. Inclusive, o tártaro preto. Portanto, uma escovação diária, completa e adequada, como escovar os dentes, pelos menos, duas vezes ao dia é indispensável. Além, é claro, do uso do fio dental e de um antisséptico bucal eficaz.

Com a execução correta destes procedimentos, a placa bacteriana é retirada, evitando que ela se estabeleça nos dentes e se transforme em tártaro preto.

Como retirar o tártaro preto

Além da escovação apropriada no dia a dia e do uso frequente dos demais itens citados, para a total remoção do tártaro preto, é necessário realizar uma limpeza ou raspagem profissional.

O tártaro supragengival se tira mais facilmente, já que pode ser visto e permite a utilização de equipamentos de fácil manuseio. Enquanto o subgengival precisa ser feito por um profissional que tenha domínio de uma técnica que raspe abaixo da gengiva.

É importante ressaltar que, independentemente de qual tipo de tártaro o paciente possua, a supervisão de um dentista é fundamental, uma vez que ele possa ajudar numa prevenção mais efetiva e a reverter a situação de forma mais prática. E, mesmo que um paciente não tenha tártaro preto, o costume de frequentar o dentista é necessário para manter a saúde da boca e evitar o desenvolvimento deste e de outras adversidades semelhantes.


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Ideal Odonto atende tártaro preto:


0800 730 7373

atendimento@idealodonto.com.br

Ouvidoria

4003 3428

ouvidoria@idealodonto.com.br